Da madrugada

Share Button

Difíceis as horas que precedem a aurora De Poe a Sade, nem as leituras têm vez; Não se sabe a hora, não há mais relógios… Quem conta o tempo não vive nem chora. Ninguém vem me visitar nem em sonhos nem em umbrais; Ninguém para dizer palavra alguma… nem mesmo “Nunca mais”. De sonhos perdidos…

Palavra do dia: Cego

Share Button

que ou aquele que é privado da visão que perdeu a razão, o controle sobre seus atos; alucinado, desvairado O amanhã que é nosso hoje não fala As palavras que usamos para nos definir e aos outros são as mesmas e fazemos sem perceber no dia a dia seu, meu e de todos O que…

Palavra do dia: Saudade

Share Button

[sentimento mais ou menos melancólico de incompletude, ligado pela memória a situações de privação da presença de alguém ou de algo, de afastamento de um lugar ou de uma coisa, ou à ausência de certas experiências e determinados prazeres já vividos e considerados pela pessoa em causa como um bem desejável] Saudade da neve, que…

Fantasmas do frio

Share Button

“Fantasmas do frio chamam, e através de névoas, o som de asas invade, o mais distante ser deixa de existir, e em seu lugar a líder das aves faz ecoar, o grito de liberdade para acompanhar seu nome. Vem comigo para o sonho noturno Vamos ser o que podemos ser Nada está perdido Nada nos…